Iniciação na Quimbanda e Desenvolvimento Mediúnico

INICIAÇÃO NA QUIMBANDA E DESENVOLVIMENTO MEDIÚNICO

Muitos dos que nos procuram, procuram buscando Iniciação na Quimbanda através do Tradição das Sombras, por isso, vou hoje tratar com vocês por aqui desse assunto de vital importância: Iniciação na Quimbanda e Desenvolvimento Mediúnico.

Quantas e mais quantas vezes você já teve um “pressentimento” de ir por determinado caminho e descobriu que o caminho que tomaria antes teve um assalto ou assassinato e você escapou graças ao “pressentimento“? E quantas vezes mais você sentiu aquele frio na barriga, aquela vibração diferente como se estivesse sendo avisado de algo?

Aposto que foram muitas, não é? Pois então, não importa o nome, não importa a origem desses avisos, o fato é que todos nós temos seres e entidades do outro lado que nos ajudam, nos guiam e nos protegem sem nem nos darmos conta. E uma parcela importante desses protetores são os nossos Exus e Pomba Giras que atuam através da nossa mediunidade!

Pois é, acredite, pode não parecer, mas todos nós temos mediunidade e todos nós temos Guardiões que nos protegem e guiam. A grande questão é: o quão bom uso fazemos disso? O quanto estamos dando abertura para que essas forças possam nos ajudar?

Mas vamos começar, do começo…

O que é a quimbanda e quem são Exu e Pomba Gira?

Iniciação na quimbanda e desenvolvimento mediúnico, como iniciar na quimbanda, desenvolvimento mediúnico na kimbanda, como incorporar na kimbanda

Quimbanda é uma religião afro-brasileira de culto a ancestralidade que tem como base Exus e Pomba Giras e, diferente do culto de Umbanda e Candomblé, a Kimbanda não usa apenas as forças da natureza para alcançar suas metas e desejos, mas sim, a força da ancestralidade de linha e de raiz. Na Quimbanda, Exu e Pombagira são os Reis da Magia e estão ligados diretamente à ancestralidade e à espiritualidade do médium. Nesse sentido, o vínculo formado entre você e o seu Exu ou Pomba Gira é um vínculo muito mais íntimo e pessoal.

Muitas pessoas costumam dizer que a Quimbanda é “o lado esquerdo da Umbanda”, como se a ela representasse o lado negativo da religião – mas isso não é verdade! Ainda que a Quimbanda e a Umbanda cultuem entidades espirituais em que algumas tem o mesmo nome, elas são religiões diferentes, cada uma com rituais e fundamentos próprios pelos quais seus iniciados devem passar durante os anos de prática religiosa, atingindo graus e recebendo direitos e responsabilidades dentro de cada uma delas.

Em resumo, a Quimbanda nunca foi e nunca será apenas uma prática da umbanda, pois dentro da Quimbanda não há essa visão cristã do mundo que faz parte da umbanda. Não que seja bom ou ruim isso, mas são diferentes, portanto, não associáveis!

Vocês fazem iniciações à distância na Quimbanda? Elas realmente funcionam?

Dentro do Tradição das Sombras não realizamos iniciação à distância na quimbanda pois, em nossa visão, não existe como se transmitir axé, se transmitir ancestralidade, pela internet. É necessário que a pessoa esteja presente junto ao assentamento de seus Exus para começar a sua pactuação e ter sua ligação com seus assentamentos e entidades realizadas adequadamente dentro da Quimbanda.

Como as pessoas podem acreditar que uma religião de origem afro pode ter axé transmitido pela internet? Como se apresenta aos Exus da casa uma pessoa para fazer parte daquela família sem que ela esteja presente ali?

Isso não existe em nosso Terreiro de Quimbanda. Infelizmente muitos vão por esse caminho e depois ficam reclamando que suas vidas não progridem, que seus feitiços não dão certo ou até pior, fazem feitiços a pedido de outras pessoas e no fim, nada acontece, nada muda e essa pessoa que com ela foi buscar ajuda, acaba sem dinheiro e sem resolver seu problema…

Portanto, reforçando, não nos importa outros terreiros e outros sacerdotes, aqui no Tradição das Sombras você tem que vir, tem que ficar com pezinho no chão, descalço, sentindo a energia e vibração dos ancestrais, segurando os animais, limpando os axés e aprendendo na prática o que é Quimbanda.

Como se iniciar e desenvolver mediunidade na Quimbanda?

Iniciação na quimbanda e desenvolvimento mediúnico, como iniciar na quimbanda, desenvolvimento mediúnico na kimbanda, como incorporar na kimbanda

Diferentemente de outras religiões afro-brasileiras como a Umbanda e o Candomblé, você não precisa esperar ter problemas, “bolar” ou algo do tipo para a iniciação na Quimbanda! Ao contrário, a iniciação acontece de maneira voluntária, pela sua vontade de fortalecer e desenvolver a sua mediunidade através dos Guardiões e da sua Ancestralidade.

É a partir da iniciação na kimbanda que você começará a desenvolver a sua espiritualidade e sua mediunidade, aprendendo quem são os diversos Exus e Pomba Giras, as rezas de invocação/evocação e de trabalho, as diferentes oferendas e funções rituais que são preparadas e oferecidas às entidades e etc.

Dentro do Tradição das Sombras, o caminhar espiritual passa por três fases e dentro de cada uma dela, há algumas obrigações e transmissões de axés de acordo com o grau de mediunidade que a pessoa já alcançou.

O primeiro passo é a Iniciação, momento em que a pessoa passa pelas sagrações e recebe seu assentamento de Exu e Pomba Gira para culto de forma individual. Este é um período de aprendizagem e harmonização onde o iniciado intensifica seus laços com as entidades.

O passo seguinte é a Elevação, onde o iniciado passa a receber mais axés de autorizações para uma nova fase de sua jornada espiritual.

E por fim, há a Exaltação onde a pessoa é sagrada Mestre de Quimbanda e terá todos os axés e aprontes necessários para cuidar de si e de outras pessoas com total maestria.

Eu já frequento Candomblé ou outro terreiro, posso me iniciar na Quimbanda?

Com toda a certeza! Se você já faz parte de outra tradição como a Umbanda, o Candomblé, o Batuque, o Satanismo ou qualquer outro caminho religioso, você pode se iniciar na Quimbanda a qualquer momento sem prejuízo da tradição que já segue e sem qualquer impedimento. Ao contrário, você estará complementando e fortalecendo as suas energias e a sua espiritualidade!

A Kimbanda/Quimbanda é uma religião independente das demais. Isso quer dizer que você pode se iniciar na Quimbanda e, ainda assim, continuar a frequentar seu terreiro ou templo de origem – cada coisa no seu lugar! O que muda é que, a partir daí, você terá novos compromissos e obrigações com o Templo de Quimbanda onde se iniciar, só isso!

Todo quimbandeiro precisa necessariamente incorporar?

Iniciação na quimbanda e desenvolvimento mediúnico, como iniciar na quimbanda, desenvolvimento mediúnico na kimbanda, como incorporar na kimbanda

Não. Na visão do Tradição das Sombras, quimbandeiro de verdade não é aquele que fica dando showzinho com Exu e bebendo horrores, mas aquele que passa a faca no pescoço do animal, derrama o sangue em louvor aos ancestrais e tem resultado.

Por isso, aqui sempre que for possível, quem vai fazer o feitiço é o próprio iniciado, quem vai fazer a entrega é o próprio iniciado e assim por diante. Afinal, o Exu não precisa aprender como faz um bom trabalho de Quimbanda, mas o quimbandeiro sempre tem muito a aprender.

Porém, todavia, entretanto, veja bem. Nós, Tradição das Sombras, entendemos que a incorporação é para muitos uma necessidade e respeitamos isso. Não apenas respeitamos como incentivamos através de nossas sessões de Desenvolvimento Mediúnico. A grande questão aqui é que a incorporação aqui no Tradição das Sombras não é obrigatória, mas bem-vinda! Há uma grande diferença nisso!

Como vocês fazem Desenvolvimento Mediúnico na Quimbanda?

Como explicamos acima, mesmo não precisando incorporar, valorizamos e damos todo o suporte para quem precisa e quer desenvolver sua mediunidade e receber seu Exu ou Pomba Gira e, assim, firmar essa ligação tão íntima e pessoal. Participando da casa, periodicamente você participará de sessões para firmeza de incorporação e estudos que ajudem você a desenvolver a sua mediunidade.

Mediunidade não é apenas incorporar uma entidade/espírito ou o que quer que seja. Muito menos chegar em algum lugar e ficar sacudindo o corpo como um liquidificador quebrado. Mediunidade é mais do que isso. É ter aquela intuição super afiada em que as pessoas vem até você e não dizem nada e você já sabe tudo. Mediunidade é também conseguir ver/enxergar as entidades, seres e forças da espiritualidade e assim por diante.

É possível participar da casa mesmo não sendo iniciado?

Iniciação na quimbanda e desenvolvimento mediúnico, como iniciar na quimbanda, desenvolvimento mediúnico na kimbanda, como incorporar na kimbanda

Sim, é possível. Inclusive, é o melhor caminho para você que pensa em Iniciar na Quimbanda e ver se ela realmente é para você o melhor. Afinal, uma vez iniciado na Quimbanda, sempre iniciado, pois não é possível voltar atrás.

Pra isso, basta você acessar o link logo abaixo e conhecer mais sobre o nosso Círculo Externo de Quimbanda. A casa tem uma pequena contribuição mensal e com ela você terá direito a:

  • Participar do Ritual do Caldeirão de Exu mensal da casa;
  • Acesso a nosso grupo no Telegram para tirar dúvidas e aprender mais;
  • Participar de nossa reunião quinzenal de tira-dúvidas e debates pelo Zoom;
  • Participar do dia a dia da casa através de nossos feitiços, trabalhos e rituais (aprendizado prático é e deve ser valorizado);
  • Acesso a nossa plataforma de conteúdo EAD com vídeos, debates, livros, textos e muito mais com liberação semanal para sua aprendizagem;

Sim, o Círculo Externo do Tradição das Sombras é completo e busca abarcar todas as áreas do conhecimento ocultista com desenvolvimento mediúnico, aprendizagem prática de magia e feitiçaria de kimbanda, debates e muito mais.

Acesse o link abaixo e confira mais!